Fórumcast, o podcast da Fórum
01 de julho de 2015, 12h56

Fernando Brito: Vem aí a emenda “aglomerativa” para reduzir maioridade

A “aglutinação” de emendas consiste em retirar trechos para simular uma decisão “diferente”, mas que preserva a intenção do original recusado. Como o Supremo se omitiu, o audacioso Eduardo Cunha não se peja de apelar, de novo, para o expediente

A “aglutinação” de emendas consiste em retirar trechos para simular uma decisão “diferente”, mas que preserva a intenção do original recusado. Como o Supremo se omitiu, o audacioso Eduardo Cunha não se peja de apelar, de novo, para o expediente

Por Fernando Brito, no Tijolaço

Como a Ministra Rosa Weber não concedeu liminar no pedido de suspensão da decisão inédita da Câmara de aprovar o que havia rejeitado na véspera, no caso do financiamento empresarial das campanhas eleitorais ( diz o Lauro Jardim, da Veja, que com um recado ameaçador do presidente da Câmara), Eduardo Cunha sente-se livre para ir adiante no seu golpismo.

Agora, apelou, segundo o“Painel” da Folha para uma “emenda aglomerativa” (o termo regimental é aglutinativa) para voltar a por em votação a redução da maioridade penal, agora com um “mapa” completo de quem é que deve ser pressionado, chantageado politicamente, exposto e execrado.

Daqueles “deputadozinhos” que devem receber ofertas e penitências por não terem seguido o “mestre”.

Cada um aí imagine como quiser qual serão os métodos do “trabalho de convencimento” de Cunha.

O interessante, juridicamente, é que a “aglutinação” de emendas consiste em retirar trechos para simular uma decisão “diferente”, mas que preserva a intenção do original recusado.

Como o Supremo se omitiu, o audacioso Cunha não se peja de apelar, de novo, para o expediente.

E são poucos os que têm coragem ou possibilidade de chamá-lo pelo que é: um golpista regimental.

Como faz, com a sinceridade de quem não tem que ficar de meias-palavras, o meu sempre professor Nílson Lage, no Facebook:

“A capangada – conjunto de políticos conservadores, estelionatários da fé. ladrões do erário, neotrogloditas e picaretas avulsos – não se conforma de ter perdido um round em sua luta pelo poder total. O mestre-sala da politicagem prepara novas piruetas para a mídia do próximo fim de semana.”

E a imprensa, que perdeu todo os pruridos de humanismo, decência e moralidade, guiando-se pelo único norte da demagogia antigoverno, adora as piruetas.

Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum