Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de outubro de 2016, 15h45

Filha de Santiago Andrade critica uso da imagem de seu pai na campanha de Crivella

“É um desrespeito contra uma órfã e uma viúva (…) Domingo a gente não se vê”, escreveu Vanessa Andrade, filha do cinegrafista Santiago Andrade, morto durante uma manifestação em 2014.

Por Redação

A filha do cinegrafista Santiago Andrade, morto durante uma manifestação em 2014, escreveu um texto na sua página do Facebook criticando o senador e candidato à prefeitura do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), por usar a imagem do pai sendo atingido por um rojão. Vanessa Andrade disse que a atitude do candidato é um “desrespeito”.

“Um candidato a futuro prefeito do Rio de Janeiro usar a imagem de um trabalhador caindo morto no meio da Central do Brasil para atrair mais eleitores ou atingir outro movimento é um desrespeito contra uma órfã e uma viúva”, afirmou.

Crivella tem usado a imagem de Santiago sistematicamente para atingir o seu oponente, Marcelo Freixo (PSOL), acusando-o de apoiar black blocs.

“O carioca não está interessado em ver Santiago Andrade com um rombo na cabeça e eu, eleitora e filha, também não. Na Bíblia, já dizia Mateus, capítulo 22, versículo 39, que devemos “amar ao próximo como a nós mesmos”. Me admira o senhor ter perdido essa lição na escola dominical”, disse Vanessa.

Ela ainda convida Crivella a participar de um jantar da sua família durante o horário eleitoral para observar como a família se sente ao ver a cena de Santiago Andrade sendo atingido.

“O candidato gostaria de refletir como se sente uma família ao ter que assistir a sua propaganda na hora do jantar e olhar para a cadeira vazia na mesa em seguida? O senhor quer participar desse jantar, candidato? Seria bom para ver de pertinho como todos nos sentimos quando um homem de fé comete esse pecado”, provocou.

Vanessa finalizou o texto falando que somente essa atitude não é o que ela deseja para a cidade do Rio de Janeiro e deixou a entender que não votará nele no domingo.

“A sua ‘boa’ intenção para atrair votos usando o sofrimento alheio já é a certeza do que eu não quero para a minha cidade maravilhosa. Domingo a gente não se vê, se Deus quiser.”


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum