Filiação de Moro: Carlos Bolsonaro descobre que Podemos é partido da Lava Jato

Com dificuldades para se expressar em texto, o filho de Bolsonaro usou montagem e ursinhos para anunciar a descoberta. Ele esqueceu, no entanto, que Moro, a Lava Jato e o Podemos ajudaram na eleição do pai, Jair

Com sérias dificuldades gramaticais para expressar suas opiniões em tuítes – que quase sempre ficam ininteligíveis -, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) usou emojis de ursinhos para mostrar que descobriu só hoje que o Podemos é o partido da Lava Jato.

Notícias relacionadas

Em tuite nesta sexta-feira (1º), o filho de Jair Bolsonaro fez uma relação entre uma suposta filiação de Sérgio Moro, anunciada na coluna do jornalista Cláudio Humberto, ao fato da Lava Jato ter “poupado” Álvaro Dias, presidenciável do Podemos nas últimas eleições presidenciais.

Carlos, no entanto, parece ter esquecido da manipulação das eleições pela Lava Jato e por Sergio Moro, que ganhou um “super ministério” no governo do pai, Jair Bolsonaro, que teria sido negociado ainda durante as eleições.

Outro fato que o vereador parece ter esquecido é que o Podemos declarou uma suposta “neutralidade” no segundo turno das eleições, mas que a bancada do partido na Câmara anunciou apoio a Bolsonaro logo no dia 16 de outubro e trabalhou para elegê-lo.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR