Fórumcast #20
09 de fevereiro de 2017, 11h37

Fotógrafo divulga segunda parte da conversa vazada entre Jair e Eduardo Bolsonaro

No diálogo, via WhatsApp, Bolsonaro dá bronca no filho: "Não vou te visitar na Papuda”.

No diálogo, via WhatsApp, Bolsonaro dá bronca no filho: “Não vou te visitar na Papuda”

Por Redação

Ontem (8), a Fórum mostrou em primeira mão o flagrante feito pelo fotógrafo Lula Marques. Ele registrou uma conversa, via WhatsApp, do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) com o filho, o também deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP).

Nas imagens, é possível ver o pai dando uma bronca em Eduardo, que esqueceu da data da eleição para a presidência da Câmara, disputada por Jair Bolsonaro no dia 2 de fevereiro. O parlamentar acabou em último lugar, com apenas quatro votos.

Com a repercussão do diálogo, o perfil do fotógrafo passou a receber ataques de simpatizantes dos políticos, que acusaram o profissional de ter inventado a história. Lula, então, resolveu postar a íntegra da discussão, que pode ser conferida abaixo:

Jair Bolsonaro: “Papel de filho da puta que você está fazendo comigo”

Jair Bolsonaro: “Tens moral para falar do Renan? Irresponsável” (Jair Bolsonaro tem um filho chamado Renan)

Jair Bolsonaro: “Mais ainda, compre merdas por ai. Não vou te visitar na Papuda”

Jair Bolsonaro: “Se a imprensa te descobrir ai, e o que está fazendo, vão comer seu fígado e o meu. Retorne imediatamente”.

Eduardo Bolsonaro: “Quer me dar esporro tudo bem. Vacilo foi meu. Achei que a eleição só fosse semana que vem. Me comparar com o merda do seu filho, calma lá”.

A lista de presença da Câmara indica que Eduardo, de fato, não compareceu no dia da votação.

Bolso2 (1)

Fotos: Lula Marques

Veja também:  Enquanto era deputado, Bolsonaro marcava ponto da filha de Queiroz, “personal trainer” no Rio

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum