Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
13 de dezembro de 2016, 17h57

Gilmar Mendes já fala em possível anulação de delação que envolve Temer e PSDB

A manifestação do ministro ocorreu exatamente após a divulgação do depoimento de Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, que atingiu em cheio o Palácio do Planalto.

Por Redação

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta terça-feira (13) que os ministros do Supremo vão “ter que discutir com seriedade a questão dos vazamentos” de delações premiadas e que há a possibilidade de anular as delações que mencionaram o presidente Michel Temer e a cúpula do PMDB e PSDB.

“Isso é muito sério. O vazamento seletivo. O vazamento antes de chegar a autoridade, que no caso é o ministro Teori (Zavascki), que é o relator. São muitos os problemas que precisam ser discutidos. O STF tem de tomar posição sobre isso”, disse Gilmar, antes da sessão da 2.ª Turma do Supremo.

Gilmar não descartou a possibilidade de que delações vazadas venham a ser anuladas. “Tem de ser examinado. O próprio relator tem de analisar. É possível”, disse.

Ministros do STF têm demonstrado incômodo com o vazamento dos depoimentos tomados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de investigados na Lava Jato, principalmente, as oitivas mais recentes, que estão relacionadas com a empreiteira Odebrecht e ainda não foram enviadas ao Supremo para homologação.

Na semana passada, após a divulgação das primeiras delações, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, informou que vai apurar o vazamento para a imprensa de documento sigiloso que seria relativo à delação premiada de um dos executivos da Odebrecht.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum