Blog do Rovai

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de janeiro de 2020, 18h05

Gleisi cita Flávio Dino para botar pressão em Haddad e fazê-lo ir para disputa em SP

Lula não se sente em condições de pedir mais um "sacrifício" a Haddad, pois sabe que a eleição para a prefeitura de São Paulo será dificílima para o PT.

Uma entrevista de Gleisi Hoffman publicada no jornal Valor de hoje caiu como uma bomba no PT, A presidenta nacional do partido diz que  na ausência de Lula, Haddad seria o nome natural do PT para disputar a presidência, mas que o nome de Flávio Dino (PCdoB) é uma boa alternativa. E que pode ser o vice de Haddad ou mesmo o cabeça de chapa para a presidência da República. Na mesma entrevista Gleisi nega que Lula tenha convidado Dino para se filiar ao PT.

Por que motivo a presidenta nacional do PT teria dito isso? Tratar Dino com tanta reverência neste momento teria qual objetivo. O objetivo não é adular Dino. Mas mostrar a Haddad que se ele ficar fora das eleições de 2020 e o PT não tiver um bom resultado eleitoral, especialmente em São Paulo, a fila pode andar.

Pode andar tanto dentro do partido, mas especialmente fora. As candidaturas de Rui Costa (Bahia) e Camilo Santana (Ceará) já são citadas a depender dos resultados das eleições nos seus estados. Mas a maioria dos petistas tem destacado mesmo nos bastidores o crescimento do nome de Flávio Dino, que na opinião desses analistas, tem se mexido muito mais do que Haddad desde as eleições de 2018 e vem costurando uma imagem de conciliador e ao mesmo tempo realizador, com bons índices de aprovação do seu governo. Essa linha de avaliação teria ganhado força na direção nacional do PT.

Quando é provocado à respeito, Lula diz que Haddad lhe foi muito leal ao aceitar ser candidato a vice presidente quando estava na cadeia e sem pedir nada. Porque Lula naquele momento não lhe prometeu a cabeça de chapa.

E mesmo depois quando o preteriu, solicitando a Jacques Wagner, que declinou, Haddad não se fez de rogado e topou defender o partido.

Ou seja, Lula não se sente em condições de Haddad pedir mais um “sacrifício” a Haddad, pois sabe que a eleição para a prefeitura de São Paulo será dificílima para o PT.

Ao mesmo tempo, Lula concorda com seus interlocutores na avaliação de que Dino está avançando e construindo uma onda em torno do seu nome que pode se tornar muito forte se Haddad não se mexer.

De alguma maneira, na entrevista de hoje Gleisi vocalizou o que pensam esses petistas, E talvez o que pense o próprio Lula.

Haddad, que não é bobo nem nada e certamente entendeu o recado.

Ele sabe que nos próximos dias verá se intensificar a pressão para que tope disputar São Paulo. Ele diz com ênfase que não aceitará. Mas pode ser convencido. Afinal, o jogo da política é muito mais complexo do que parece.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum