Fórumcast, o podcast da Fórum
28 de agosto de 2014, 23h08

Goleiro Aranha, do Santos, sofre ofensas raciais na Arena do Grêmio

Imagens captadas pela televisão mostraram uma torcedora tricolor gritando a palavra "macaco" para o arqueiro alvinegro

Imagens captadas pela TV mostraram uma torcedora tricolor gritando a palavra “macaco” para o arqueiro alvinegro

Por Redação

Na partida válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil entre Santos e Grêmio, disputada nesta noite em Porto Alegre com vitória santista por 2 a 0, o goleiro Aranha foi vítima de insultos racistas perto do final da partida por torcedores do time da casa.

Eram 42 minutos da etapa final quando o goleiro reclamou para o árbitro das ofensas que recebia de parte da torcida que estava atrás do gol, chegando a pedir para um operador de câmera que filmasse a atitude dos torcedores.

“A torcida xingar e pegar no pé é normal. Mas daí começaram a falar ‘preto fedido’, ‘cambada de preto’, fiquei nervoso, mas fiquei me segurando. Fizeram rápido e pouco um coro de macaco, para não dar tempo de pegar”, contou o jogador ao final do jogo. “Pedi para o câmera virar e mostrar, mas ele não fez isso. Fico puto com essas coisas acontecerem aqui. Mas isso dói, dói.”

Imagens captadas pela televisão mostraram uma torcedora tricolor gritando a palavra “macaco” para o arqueiro alvinegro. Um grupo de gremistas também gritava “uh, uh, uh” na direção do jogador. Confira abaixo:

Racismo também nas redes

O jornalista André Plihal, da ESPN Brasil, também divulgou em seu perfil no Twitter uma postagem publicada no microblogue em que o usuário posta a mensagem: “tem que queimar esse aranha macaco catimbeiro”, referindo-se ao goleiro do Santos.

aranha racismo


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum