Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de fevereiro de 2012, 09h48

Governo vai indenizar ex-metalúrgicos demitidos durante greve da GM

O Ministério da Justiça concedeu anistia a 65 ex-metalúrgicos da GM de São José dos Campos e São Caetano que participaram da maior greve da história da montadora, em 1985. Eles vão receber indenizações que variam entre R$ 100 mil e R$ 400 mil.

A medida vai beneficiar 64 ex-metalúrgicos da General Motors de São José dos Campos e 1 da unidade de São Caetano. Eles foram demitidos em 1985 por justa causa depois de uma grande greve.

“Existia uma repressão forte contra os trabalhadores. A greve reivindicava liberdade de organização dos trabalhadores, além da redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais”, explica o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos, Luiz Carlos Prates.

A greve, que teve fins políticos, aconteceu durante o período de transição do regime militar. Foram 16 dias de manifestação e, depois de 90 demissões nas unidades de São José dos Campos e São Caetano, quatro mil trabalhadores decidiram ocupar as dependências da GM. Cerca de 700 policiais militares se prepararam para desocupar a fábrica. Após 10 horas de negociação, os empregados deixaram a empresa. O movimento grevista foi considerado ilegal pelo Governo e centenas de funcionários foram demitidos. Desses, 33 responderam a processo criminal e acabaram condenados.

A Justiça deu parecer favorável ao processo de anistia dos trabalhadores por entender que eles foram vítimas de perseguição política. Com a sentença, o Governo será obrigado a indenizar e pagar pensão vitalícia aos ex-funcionários.

“O valor varia de acordo com a função que cada operário exercia na época”, explica Luiz Carlos.

O Ministério da Justiça também deu anistia a 108 ex-metalúrgicos da Embraer, demitidos após a greve de 1984.

(Com informações de agências)


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags