Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de fevereiro de 2020, 16h42

Guedes minimiza alta no dólar e diz que Brasil vai “decolar”

O ministro previu que o país vai crescer 2% em 2020; o dólar chegou a bater novo recorde ultrapassar R$ 4,39 nesta quinta

Paulo Guedes durante evento nos EUA (Arquivo)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a fazer pouco caso da alta do dólar nesta quinta-feira (20) e previu que a economia brasileira vai subir 2% em 2020 e depois irá “decolar”. A moeda estadunidense chegou a passar dos R$ 4,39 nesta quinta – atingindo novo recorde -, mas fechou a R$ 4,36.

“É absolutamente natural que o juro de equilíbrio desça e que o câmbio de equilíbrio suba um pouco. Pode ser R$ 3,80, pode ser R$ 4, pode ser R$ 4,20. O câmbio é flutuante, o Banco Central opera isso. Mas o patamar é inquestionavelmente mais alto”, declarou o ministro em discurso no lançamento do Crédito Imobiliário com taxa fixa da Caixa Econômica Federal

Otimista, Guedes apontou que “vamos passar a crescer 2% e assim por diante” e que “não precisamos temer a turbulência internacional”.

“O Brasil sempre teve sua própria dinâmica de crescimento. O Brasil é economia continental. O mundo estava indo bem e nós afundando por décadas.  É perfeitamente possível o mundo desacelerar e isso está contratado, o mundo está em desaceleração sincronizada, está descendo, a América Latina está estagnada, e o Brasil vai decolar”, declarou.

Na ocasião Guedes ainda “se desculpou” com as empregadas domésticas pela fala preconceituosa da última semana. “Peço desculpas, se puder ter ofendido, dizendo que a mãe do meu pai foi uma empregada doméstica”, disse.

Com informações do Correio Braziliense


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum