Guedes, que quer vender a Petrobras, diz que busca “petrodólares” em Dubai

Ministro da Economia faz parte do trem da alegria que acompanha Jair Bolsonaro na viagem aos Emirados. Guedes sinaliza que busca árabes para participação em privatizações.

Principal responsável pela política de paridade internacional, que elevou o preço dos combustíveis ao maior patamar da história, e pregando aos quatro cantos a privatização da Petrobras, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse neste domingo (14) que foi a Dubai, nos Emirados Árabes, em busca dos “petrodólares”.

Notícias relacionadas

“Aqui estão os petrodólares. Nós fizemos um grande movimento no final da década de 80, depois do choque do petróleo, para pegar essa reciclagem de recursos. Só que, naquela época, foi com endividamento. Nós fizemos uma expansão da infraestrutura com base em dívida. Agora nós vamos fazer com participação nos programas de investimento nossos, nas nossas parcerias de investimentos“, disse Guedes, sinalizando que vai incluir os árabes no esquema de venda fatiada do setor petrolífero estatal brasileiro.

O ministro, no entanto, se esquivou de comentar o preço dos combustíveis. Guedes afirmou ainda que “os juros vão subir um pouco para combater a inflação” – o que deve aumentar a crise econômica – ao ressaltar que “o crescimento está contratado”.

Preço do petróleo é assunto do Ministério de Minas e Energia, taxa de juros é assunto do Banco Central. Eu tenho cá minhas expectativas, mas não comento”, disse o posto Ipiranga de Bolsonaro nos assuntos econômicos.

Bolsonaro leva trem da alegria a Dubai

Paulo Guedes é um dos sete ministros do governo que fazem parte do trem da alegria que foi levado por Jair Bolsonaro (Sem partido) à ExpoDubai.

Além dele, estão nos Emirados Árabes Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Braga Netto (Defesa) e Carlos França (Relações Exteriores) e os secretários Flávio Rocha (Assuntos Estratégicos), Gilson Machado (Turismo), Bento Albuquerque (Minas e Energia) e Mário Frias (Cultura).

Bolsonaro também levou os amigos Hélio Lopes (PSL-RJ) e Magno Malta, ex-senador, que não ocupa cargo no governo. O vereador Nikolas Ferreira (PRTB-MG), de Belo Horizonte, também aparece nos passeios na capitado dos Emirados.

Flihos do presidente, Flávio e Eduardo, que esteve em Dubai a menos de um mês com a esposa, Heloisa, e a filha, Georgia, em outra comitiva do governo, também acompanham o pai.

Publicidade
Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.