Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de agosto de 2016, 20h27

Haddad lança campanha de redes com vídeo sobre a história de uma transexual

O candidato à reeleição em São Paulo apostou na história de superação de Priscila, beneficiária do programa Transcidadania – primeiro programa de políticas públicas no Brasil destinado à população trans – para inaugurar a série “Números não contam histórias, pessoas sim”. Assista

Por Redação

O atual prefeito da capital paulista e candidato à reeleição, Fernando Haddad (PT), inaugurou uma nova série para sua campanha de redes com um vídeo que conta a história de superação de uma transexual. Publicado no início da noite desta quinta-feira (25), o vídeo da série “Números não contam histórias, pessoas sim” narra a trajetória de Priscila Valentina, transexual nordestina que está há dez anos em São Paulo e que é beneficiária do programa Transcidadania, criado pela gestão Haddad em 2015.

“Na época que eu me assumi, os próprios policiais prendiam a gente na rua e deixava a gente na rua, sem roupa, até o dia seguinte. Hoje eu posso ter uma consulta na ‘endócrina’. Nem conhecia. Até guardei pra falar por que é bonita (…). O projeto [Transcidadania] deu muita visibilidade pra nós, que é o que estávamos precisando”, conta Priscila.

Leia também: “O único lugar que a travesti tinha era a esquina. Agora tem a escola”

Lançado em janeiro de 2015 pelo prefeito Fernando Haddad, o Transcidadania é o primeiro programa de políticas públicas do Brasil destinado a travestis, mulheres transexuais e homens trans que vivem em situação de vulnerabilidade. Criado para ressocializar uma população sujeita à marginalização e a à prostituição, o programa oferece educação, formação escolar básica e qualificação profissional, além de bolsas-auxílio pelo período máximo de dois anos para que essa população possa concluir o Ensino Fundamental ou Médio. Os beneficiários também recebem cursos de qualificação profissional e atividades culturais.

Assista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum