canaldaeducacao

10 de maio de 2014, 10h46

Haddad vai aumentar salário e vagas para professores

Prefeito de São Paulo anuncia projeto de lei que aumenta piso salarial e amplia número de vagas da categoria

Prefeito de São Paulo anuncia projeto de lei que aumenta piso salarial e amplia número de vagas da categoria

Do SPressoSP

HaddadNa tarde desta sexta-feira (9), o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), divulgou um projeto de lei que prevê o aumento do piso salarial dos professores da rede municipal de ensino. O valor que era de R$ 2,6 mil passa a ser, caso o projeto seja aprovado na Câmara dos Vereadores, de R$ 3 mil. Será ampliado também o número de vagas na categoria. Até o final do mês, a administração municipal deve abrir 3,5 mil novas vagas na capital para professores de educação infantil e ensino fundamental I.

No anúncio, Haddad afirmou que, com o aumento, “a carreira [de professor] de São Paulo passa a ser uma das mais atraentes do Brasil”. “Esse reajuste tem rebatimento em toda a carreira do professor, já que o reajuste que está sendo dado, após 25 anos de trabalho, uma professora da rede municipal de Educação estará recebendo em torno R$ 8 mil.”

Veja também:  Vídeo: Cristina Kirchner é recebida com festa em Buenos Aires e corre em meio à multidão

O aumento no piso salarial não se limita apenas aos professores. Os “gestores” da área de educação da rede municipal, pelo projeto de lei, também terão aumento. No caso dos supervisores, o piso passa de R$ 4.460 para R$ 5.146; o dos diretores aumenta de R$ 4.188 para 4.832 e o dos coordenadores pedagógicos vai de R$ 3.692 para R$ 4.260.

De acordo com a prefeitura, as inscrições para o concurso de professores estão previstas para começar no dia 26 deste mês e vão até 12 de junho. A previsão é que após a realização das provas, a convocação dos aprovados seja iniciada até o fim do ano.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum