Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de janeiro de 2020, 16h34

Igreja Universal pode ser banida de Angola por corrupção e punições abusivas contra pastores

Uma comissão do país africano apura as denúncias, que envolvem desde discriminação e punições humilhantes a pastores angolanos pertencentes à Universal, até o envio de dinheiro ao exterior por vias ilegais

Divulgação

O futuro da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola estará em xeque nos próximos dias, devido a uma investigação do INAR (Instituto Nacional para Assuntos Religiosos), uma entidade do país africano que recebeu denúncias de punições abusivas e de corrupção realizadas pela instituição evangélica Edir Macedo.

O INAR criou uma comissão para apurar as denúncias, que envolvem desde discriminação e punições humilhantes a pastores angolanos pertencentes à Universal – uma das denúncias fala em vasectomias forçadas –, até o envio de dinheiro ao exterior por vias ilegais. Caso seja condenada, uma das penas que a Universal poderia receber é a obrigação de deixar o país.

Um dos pastores que denunciou a Universal deu seu relato à agência francesa RFI, e disse que “somos arquivos vivos. Sabemos que havia caravanas para o Templo do Salomão, em São Paulo, com 200 ou 300 pastores. E cada pastor levava um montante de dólar. Chegando lá, recolhe-se esse dinheiro todo e fazem o que têm que fazer. Isto é, saída de valores ilicitamente. Acontece sempre que a Universal quer tirar os dólares de um país, o mecanismo é esse”.

A testemunha se identificou como Carvalho de Andrade, um possível nome fictício. Ele afirmou ser um dos 12 pastores que estão sendo perseguidos pelos brasileiros que administram a Universal em Angola.

Por sua parte, a Igreja Universal afirma que as acusações são falsas, e que “a Universal não discrimina nem nunca discriminou qualquer nacionalidade (…) negamos veementemente as mesmas e em fórum próprio ficará desmascarados a real intenção dos nossos detratores”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum