Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de Maio de 2016, 14h39

Impeachment foi usado para garantir impunidade aos corruptos

“Se ainda as pessoas não tiverem capacidade para entender isso, o problema é patológico”, afirma em artigo Luiz Henrique Oliveira, ativista digital conhecido nas redes como “o barbudinho”. Leia

Por Luiz Henrique Oliveira*

Para barrar a Lava Jato, os corruptos afastaram uma Presidenta honesta e implacável no combate à corrupção. Os bandidos estão com a chave da cadeia. O impeachment foi usado para garantir impunidade aos corruptos. O áudio entre a conversa de Romero Jucá, braço direito de Michel, com o ex-senador Sérgio Machado, demonstra a obviedade do golpe. Se ainda as pessoas não tiverem capacidade para entender isso, o problema é patológico.

O Jornal Nacional sempre priorizou em seus primeiros blocos (com maior audiência) matérias de maior relevância. Não foi o que percebemos ontem ao ser noticiado o escândalo de Jucá e o governo ilegítimo. É necessário reconhecer que o caso foi explorado pelo noticiário, no entanto o público que tomou conhecimento através da emissora, evidentemente foi menor.

Não nos enganemos com o editorial extra promovido pelo Jornal O Globo pedindo a demissão do já exonerado Ministro Romero Jucá, isso foi apenas mais uma manobra para evitar a consolidação de um golpe na opinião pública, além de impedir que a crise se aprofundasse, uma vez que se Jucá continuasse como Ministro, o governo interino enfrentaria uma forte pressão e consequentemente um desgaste ainda maior. Temer não tem popularidade e seu desgoverno já começa agonizando. A ponte não tem mais como ser sustentada. Vai cair.

*Ativista digital e estudante de Marketing, Luiz Henrique já fez cinco intervenções em links ao vivo da Globo denunciando o golpismo.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum