Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de setembro de 2014, 13h06

Índia: jovem cria sutiã elétrico para proteger mulheres contra estupro

Junto de colegas engenheiros, a jovem de 22 anos desenvolveu a peça para evitar os abusos sexuais tão recorrentes nos país

Por Redação

(Divulgação)

(Divulgação)

Nos últimos anos, a Índia ganhou a infeliz fama de ser um dos lugares mais perigosos para as mulheres por conta da violência sexual corriqueira contra elas. Alguns casos notórios que repercutiram pelo mundo todo envolveram o estupro coletivo seguido do assassinato de uma jovem estudante em Nova Délhi, em dezembro de 2012;  a sentença de ser uma indiana de 20 anos a ser estuprada por 12 homens sob ordem de um conselho comunitário e até mesmo um político indiano afirmando que as vítimas de estupro deveriam ser enforcadas.

A enorme irracionalidade nesses exemplos motivou Manisha Mohan, de 22 anos, estudante de engenharia aeronáutica  e mais dois colegas –Niladhri Basu Bal e Rimpi Tripathi, a criarem um sistema de defesa contra agressão sexual: um sutiã elétrico. Batizado de Equipamento de Controle da Sociedade, ou apenas SHE, a peça íntima é capaz de dar choques de 3.800 kw em qualquer um que tente apalpar os seios da mulher.

Além da enorme descarga elétrica contra o agressor – que conta com tecido de dupla camada que garante o isolamento elétrico para a usuária -, o inovador sutiã também é envia um SMS para algum parente ou polícia, indicando a localização exata da vítima através do GPS. Segundo informações oficiais do governo indiano, apenas em 2013, cerca de 309.546 crimes contra mulheres foram denunciados à polícia no ano passado.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum

#tags