terça-feira, 22 set 2020
Publicidade

Indignada, Dilma diz que a Bolsonaro falta noção de decoro e civilidade

A ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) divulgou uma nota de repúdio ao comportamento de Jair Bolsonaro, tanto em relação ao vídeo “obsceno” quanto no que se refere às declarações sobre as Forças Armadas e a democracia.

Íntegra da nota:

Pela democracia e pela civilidade

Vídeo obsceno e defesa de tutela militar revelam que presidente da República não está à altura do cargo

Nem o mais pessimista dos brasileiros poderia prever que a crise que resultou do golpe que derrubou uma presidenta eleita e a prisão do maior líder popular da história do país, para impedi-lo de concorrer, levaria à eleição de um presidente da República que não demonstra noção alguma de decoro, civilidade, e respeito à liturgia do cargo que exerce. Muito menos, o que é ainda mais grave, compromisso com a democracia.

O vídeo obsceno distribuído por Bolsonaro, com 3,4 milhões de pessoas, revela um chefe de Estado escatológico e sem preocupação com controles impostos pela ética pessoal e política. O vídeo circulou pelo mundo, desmoralizando a imagem do Brasil no exterior e ofendendo todos que o tenham visto.

Como se isto já não fosse demais, o presidente declarou que a democracia e a liberdade só existem porque as Forças Armadas permitem. Uma afirmação inaceitável mesmo partindo de alguém que sempre preferiu a ditadura, defendeu a tortura e, há poucos dias, elogiou um ditador pedófilo.

Os brasileiros reconquistaram a democracia e atribuíram à soberania popular, baseada no voto direto e secreto de toda a população, a condição de cláusula pétrea da Constituição, e garantia do Estado Democrático de Direito. Ao defender a tutela militar sobre a democracia e a liberdade, Bolsonaro rasgou a Constituição e mostra seu grosseiro autoritarismo.

Em pouco mais de dois meses de mandato, este governo ultrapassou todos os limites imagináveis e rompeu com todas as regras de empatia, boa educação e respeito que moldam uma civilização e sustentam uma Nação democrática.

Dilma Rousseff

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.