Fórumcast #20
28 de julho de 2014, 20h10

Instituto Lula contesta distorção de fala do ex-presidente

Jornal o Estado de São Paulo recortou e descontextualizou fala do ex-presidente que, ao contrário do que foi publicado, convoca os jovens a não ficarem apenas reclamando, mas partirem pra ação política

Jornal o Estado de São Paulo recortou e descontextualizou trecho de fala do petista. Ao contrário do que foi publicado, ele convoca os jovens a não ficarem apenas reclamando, mas partirem para a ação política

Por Redação

O Instituto Lula divulgou, no dia 21 de julho, um dos oito vídeos da série em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dialoga com a juventude. Na mensagem, ele fala sobre a importância de o jovem ter esperança e ajudar a construir o país que deseja. Duas horas após a divulgação, o portal Estadão trazia a manchete “Em vídeo, Lula sugere que jovens parem de reclamar”. O veículo escolheu uma declaração recortada e fora de contexto para um título que em nenhum momento é justificado pelas aspas que estão reproduzidas no corpo do texto.

No vídeo, divulgado no dia 21, Lula fala duas vezes sobre a importância de os jovens transformarem seus descontentamentos e sonhos em ações para a construção de um país melhor. Leia a transcrição das passagens originais em que o ex-presidente fala sobre as reclamações na internet:

Veja também:  Ao lado de Onyx, Bolsonaro diz que vai resolver casos de corrupção com "voadora no pescoço"

“Eu, ao invés de ficar reclamando aquilo que os outros fazem, aquilo que os outros têm, acho que a gente tem que trabalhar para transformar nosso sonho em coisas concretas.”

“De vez em quando, nós temos que nos perguntar: o que que eu fiz ou o que tenho que fazer, além de sentar no sofá, na frente da televisão, do computador e xingar todo mundo, dizer que ninguém presta? Qual foi a minha ação para criar o mundo que eu quero criar?”

Ou seja, a opinião do ex-presidente era para que os jovens fizessem mais do que apenas reclamar, um convite para que eles participassem das transformações que desejam. Infelizmente, essa fala de incentivo à participação política foi distorcida.
2294-medium
No mesmo dia, a página da Folha Política, anônima, ajuda a repercutir a matéria:

folha-politica
Dois dias depois, a afirmação distorcida vira uma montagem do blogueiro Antonio Tabet, conhecido como Kibe Loco, que adiciona, sob o pretexto do humor, um tom de agressividade à declaração:

Veja também:  Comunidade Cajueiro: ataques a Dino são “oportunismo”, avalia deputado

kibeloco

O programa de televisão “The Noite”, do SBT, apresentado por Danilo Gentili, também ajudou a repercutir a falsa declaração no Twitter e durante o próprio programa:

gentilli

Assista à íntegra do vídeo e tire qualquer dúvida sobre o que o ex-presidente realmente quis dizer:


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum