Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de junho de 2007, 12h36

Integração internacional do Brasil não trouxe aumento de salários, diz OCDE

Estudo da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) aponta que, apesar do crescimento no emprego, a desigualdade social permaneceu elevada com a abertura econômica no Brasil, ao contrário do que apontavam teorias econômicas tradicionais.

Estudo da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) aponta que, apesar do crescimento no emprego, a desigualdade social permaneceu elevada com a abertura econômica no Brasil, ao contrário do que apontavam teorias econômicas tradicionais.

A criação, de 2000 a 2005, de 2,7 milhões de empregos no Brasil, provocou uma queda nos índices de pobreza, mas não de desigualdade.

A pesquisa se concentrou nos países do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), que comportam 45% da mão-de-obra mundial e um quarto do Produto Interno Bruto (PIB) do planeta, segundo a OCDE.

Apesar de apontar o crescimento acima da média nos quatro países, a taxa de desemprego na casa dos 8 a 9% e a alta informalidade (45% a 50% no Brasil e 85% na Índia) são motivos de preocupação.

 

Leia o relatório em PDF.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags