Fórumcast #20
27 de abril de 2016, 13h00

Investigado da máfia da merenda ganha novo cargo no governo Alckmin

Fernando Padula Novaes, ex-chefe de gabinete da Secretaria da Educação de São Paulo, foi citado como "nosso homem" por suposto operador do esquema; ele assume agora como coordenador do Arquivo Público do estado.

Fernando Padula Novaes, ex-chefe de gabinete da Secretaria da Educação de São Paulo, foi citado como “nosso homem” por suposto operador do esquema; ele assume agora como coordenador do Arquivo Público do estado

Por Redação

O ex-chefe de gabinete da Secretaria da Educação de São Paulo, Fernando Padula Novaes, foi nomeado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) para assumir o cargo de coordenador do Arquivo Público do estado. Ele é investigado pela operação Alba Branca por possível envolvimento com esquema de superfaturamento na venda de alimentos para a merenda escolar. O decreto de nomeação foi publicado no Diário Oficial de São Paulo na última quinta-feira (21).

Segundo foi apurado em grampos da operação, Padula era chamado de “nosso homem” por Luiz Roberto dos Santos, o “Moita”, ex-chefe da Casa Civil de Alckmin e apontado como operador das fraudes. Em fevereiro, o novo coordenador do Arquivo Público teve os sigilos bancário e fiscal quebrados pelo desembargador Sérgio Rui da Fonseca, a pedido da Procuradoria-Geral de Justiça. A mesma medida foi aplicada a Moita e ao deputado Fernando Capez (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa.

Veja também:  Bancada do PSOL protocola convocação de Ricardo Salles para explicar queimadas na Amazônia

Foto de capa: Divulgação


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum