Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de fevereiro de 2012, 19h05

Israel retira suas tropas de Gaza. 80 mil palestinos estão sem casa

Um dia após a posse histórica de Barack Hussein Obama como presidente dos Estados Unidos, Israel decidiu retirar as tropas que invadiram a Faixa de Gaza em 3 de janeiro. A informação foi dada por um porta-voz do exército israelense à imprensa.

O indicativo de que Israel retiraria suas tropas das terras palestinas foi dada no dia 18, em decisão assumida unilateralmente pelo país. O Hamas aceitou o cessar-fogo e declarou, no mesmo dia, que daria uma semana de tolerância para que o exército se retirasse completamente de Gaza.

Até hoje, a ofensiva israelense iniciada no dia 27 de dezembro do ano passado, conhecida como Operação Chumbo Fundido, resultou na morte de quase 1.400 palestinos e 5.500 feridos. Do lado israelense, as baixas totalizaram 13 soldados e 140 feridos.

No dia 12, médicos noruegueses que trabalham na região divulgaram que estavam recebendo mortos e feridos típicos de um ataque com bomba de fósforo branco. A substância, em contato como oxigênio, causa incêndios e não pode ser combatida com simples extintores, apenas com areia. Seu uso em armas químicas é proibido por convenções de desarmamento.

Muitos palestinos também sofrem ainda com a perda de suas casas por conta dos bombardeios. De acordo com as Nações Unidas e o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, são 80 mil cidadãos que, em três semanas, não têm mais onde morar e estão dormindo provisoriamente nas escolas que não foram atingidas pela artilharia israelense. A Unicef planeja enviar uma equipe de 70 psicólogos para atender a população de Gaza.

Responsabilização
Movimentos sociais e órgãos internacionais já pedem que Israel seja responsabilizado pelo massacre da população palestina nestas últimas três semanas e por ter violado diversas convenções internacionais. A Autoridade Nacional Palestina (ANP) constituiu um Comitê Presidencial para preparar denúncias de crimes contra a humanidade praticados por Israel cometidos na Faixa de Gaza

Também foi lançada uma campanha na internet, em que qualquer internauta pode participar, defendendo o julgamento do Estado de Israel por crimes contra a humanidade. Saiba mais

Com informações da BBC.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags