Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de janeiro de 2017, 15h18

Jandira Feghali: “O machismo matou Isamara Filier, uma criança e mais 10 pessoas”

Para a deputada federal, "não é admissível que o discurso do machismo encontre eco em pleno século XXI”, como foi revelado em textos enviados pelo autor da chacina em Campinas na noite de réveillon

Para a deputada federal, “não é admissível que o discurso do machismo encontre eco em pleno século XXI”, como foi revelado em textos enviados pelo autor da chacina em Campinas na noite de réveillon 

Da Redação

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) foi mais uma parlamentar a se manifestar sobre a chacina que ocorreu na noite de ano novo em Campinas (SP). “Alguns dizem que o Feminismo não leva a nada, há quem diga que não existe machismo no Brasil, mas esse machismo matou Isamara Filier, uma criança, outras oito mulheres e três homens”, afirmou em sua página no Facebook.

Jandira também defendeu a Lei Maria da Penha, chamada por Araújo de “lei vadia da penha”. “Fui relatora da Lei Maria da Penha e andei por cada lugar desse país, onde eu ia havia relatos de agressão de diversas formas e tamanho, não é admissível que o discurso do machismo encontre eco em pleno século XXI”, disse.

“O momento é de fortalecer a Lei Maria da Penha e fazer com que ela se torne cada vez mais um instrumento de defesa das mulheres do Brasil inteiro, não podemos aceitar mais mortes resultantes da misoginia e intolerância, vamos lutar até o fim Pelo cumprimento da Lei Maria da Penha!”, concluiu.

O autor da chacina, Sidnei Ramis de Araújo, de 46 anos, havia revelado em textos enviados a amigos seu plano de matar a ex-mulher, Isamara Filier e “o máximo de vadias da família juntas”.

Araújo matou, além da ex-mulher, o filho do casal de 8 anos. Eles estavam em processo de separação e disputavam a guarda do filho.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum