Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de setembro de 2019, 16h06

Jaques Wagner declara preferência por candidatura de Lula ou Haddad para 2022

Senador rebateu informações divulgadas por Rui Costa em entrevista para a revista Veja, na qual o governador da Bahia se lança como pré-candidato à Presidência pelo PT

O senador Jaques Wagner (PT) declarou preferência por candidatura do ex-presidente Lula ou de Fernando Haddad para a disputa eleitoral em 2022. O comentário foi feito após Rui Costa, governador da Bahia, dar uma entrevista para a revista Veja em que se lança como pré-candidato à Presidência pelo Partido dos Trabalhadores.

Em entrevista ao site BNews na última sexta-feira (13), Jaques Wagner disse que ainda não leu a reportagem, mas que acha “natural um governador bem sucedido” colocar o nome à disposição para ser o concorrente do partido.

No entanto, o senador disse que há outros nomes mais fortes dentro do PT que possam disputar o cargo em 2022: “Dentro do nosso partido, eu ainda tenho esperança que Lula possa sair e se credenciar, obviamente quando se reconhecer que o processo dele não foi legítimo, que ele não teve um julgamento equilibrado e justo.”

“Tem Fernando Haddad, que foi candidato e, portanto, já tem o nome colocado”, disse Wagner. Haddad concorreu na chapa com Manuela D’ávila (PCdoB) como vice em 2018. No entanto, o senador também ressaltou que Rui Costa possui destaque o suficiente para ser considerado: “É um nome bem avaliado. (…) O nome de Rui é um nome que entra em qualquer lista.”

Em entrevista à Veja, Rui Costa evitou colocar Haddad como o “futuro do PT”, se colocando à disposição para ser o candidato à Presidência do partido. “Hoje, quero construir com outras lideranças essa alternativa”, disse o governador, que também argumento que o certo “era ter apoiado Ciro Gomes” em 2018. “Mas é óbvio que, se digo que estou disposto a construir algo, então estou disposto a assumir qualquer tarefa. Na medida em que me coloca à disposição, concordo em ser qualquer coisa, inclusive não me candidatar a nada. Quero contribuir porque o povo brasileiro não merece passar por isso que está vivendo.”

Não foi apenas Jaques Wagner que repercutiu a entrevista de Rui Costa: a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, o líder da bancada da Câmara, Paulo Pimenta, e o deputado federal José Guimarães utilizaram suas redes sociais para criticar a posição do governador da Bahia.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum