Perícia conclui que Joice Hasselmann não foi agredida

Segundo a investigação, a parlamentar sofreu uma “queda da própria altura” possivelmente causada por uso de remédios para dormir

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) concluiu que a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) sofreu uma “queda da própria altura”, o que contradiz a versão da parlamentar, que alega ter sido agredida em um suposto atentado.

Segundo as investigações da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), a queda teria ocorrido, provavelmente, em decorrência de efeitos de remédios para dormir.

A investigação também concluiu que “não se evidenciou quaisquer elementos que apontassem para a prática de violência ou atentado/agressão por parte de terceiros”.

De acordo com informações do site Metrópoles, o procedimento foi encaminhado ao Poder Judiciário e ao Ministério Público. O caso tramita em segredo de justiça.

Joice Hasselmann diz que foi agredida em casa e denuncia atentado

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) não sabe explicar o que ocorreu e nem o que provocou várias lesões em seu rosto e em outras partes do corpo.

De acordo com o blog de Bela Megale, em O Globo, ela sofreu um lapso de memória, na noite de sábado (17), e acordou em meio a uma poça de sangue, no chão do closet do apartamento funcional onde vive em Brasília, com cinco fraturas no rosto, uma na costela, um dente quebrado e um corte no queixo.

A parlamentar informou ao blog que acionou a Polícia Legislativa para investigar o caso e declarou que acredita ter sido “vítima de um atentado”.

“Acordei em uma poça de sangue sem saber quanto tempo fiquei desacordada. A hipótese que eu mais acredito é que sofri um atentado”, disse.

Publicidade

A avaliação é que só poderia ter se machucado assim “se tivesse rolado de uma escada, o que não aconteceu. É improvável que eu tenha conseguido cair de jeitos diferentes para lesionar tantas partes do meu corpo. Um dos médicos que me atendeu perguntou se eu levei chutes. Mas não posso acusar sem provas. Não me lembro de nada”, disse ela.

Nota

Publicidade

O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, representante de Joice, divulgou uma nota a respeito da conclusão da perícia. Veja abaixo:

“A defesa técnica da Deputada Joice Hasselmann tomou conhecimento da nota oficial da Polícia Civil de Brasília que chegou à conclusão de que os ferimentos foram causados por uma queda. A defesa reitera a confiança no trabalho técnico da Polícia sendo certo que a Deputada sempre se colocou à disposição para contribuir para o descobrimento da verdade. Ressalta que, de qualquer maneira, o episódio serviu para discutir a segurança nas residências oficiais. A defesa elogia o profissionalismo tanto da polícia legislativa quanto da polícia civil”.

Notícias relacionadas

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).