Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
30 de setembro de 2016, 19h33

Jornal “A Voz da Favela” é apreendido pelo TRE – RJ

O veiculo impresso pertence a Agência de Notícias das Favelas que classificou a apreensão como um “ataque a liberdade de imprensa”.

Por Redação

A edição de outubro do jornal “A voz da Favela”, veículo de mídia alternativo do Rio de Janeiro, foi apreendido na tarde de ontem (29), na Gráfica MEC (Jornal O Povo). A ação é fruto de um despacho de fiscalização do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, emitida pelo juiz Marcello Rubiolli.

A edição trazia na capa uma matéria sobre o debate deste ano chamado “Encontro com a Favela de Candidatos à Prefeitura do Rio”, em que seis candidatos foram apresentar suas propostas para a cidade para a população que mora nas favelas.  A justificativa utilizada pelo juiz é de que o veículo estaria fazendo propaganda eleitoral e que o prazo para campanha eleitoral já estaria encerrado.

O veiculo impresso pertence a Agência de Notícias das Favelas que classificou a apreensão como um “ataque a liberdade de imprensa”.

“A Agência de Notícias das Favelas é uma organização livre e apartidária e que tem como princípio a democratização da comunicação popular, com destaque à liberdade de imprensa. Reforçamos o compromisso da Agência de Notícias das Favelas e de seus dois veículos, o portal www.anf.org.br e o jornal impresso A Voz da Favela com a isenção, sem o privilégio de uma ou outra candidatura. Classificamos esta ação como um ataque à liberdade de imprensa e à comunicação popular”, disse em nota.

Leia a nota na íntegra:

 “A Agência de Notícias das Favelas e a ANF Produções, organizações responsáveis pelo Jornal A Voz da Favela, vem a público esclarecer que a edição de Outubro de 2016 do Jornal A Voz da Favela, alvo hoje de ação de busca e apreensão em razão de denúncia de violação ao disposto na Res. TSE Nº 23.457/2015 e na Lei nº 9.504/1997, não realiza propaganda eleitoral de quaisquer candidatos das eleições 2016.

Buscamos nesta edição destacar mais um Encontro com a Favela de Candidatos à Prefeitura do Rio, evento realizado pela Agência de Notícias das Favelas e ANF Produções em todas as eleições municipais, visando proporcionar uma aproximação dos candidatos com a população das favelas. Apenas seis candidatos dos onze candidatos a prefeito (a) do Rio de Janeiro compareceram ao evento.

A Agência de Notícias das Favelas é uma organização livre e apartidária e que tem como princípio a democratização da comunicação popular, com destaque à liberdade de imprensa. Reforçamos o compromisso da Agência de Notícias das Favelas e de seus dois veículos, o portal www.anf.org.br e o jornal impresso A Voz da Favela com a isenção, sem o privilégio de uma ou outra candidatura. Classificamos esta ação como um ataque à liberdade de imprensa e à comunicação popular.

Estamos à disposição para demais esclarecimentos.

Rio de Janeiro, 29 de setembro de 2016.
André Fernandes
Diretor-fundador da Agência de Notícias das Favelas”

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum