Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
10 de setembro de 2016, 16h03

Juristas irão pedir impeachment de Gilmar Mendes por “conduta partidária”

O documento será protocolado no Senado Federal na próxima terça-feira (13). “Gilmar Mendes atua sem disfarces como um líder de uma facção partidária”, disse o ex-ministro da Ciência e Tecnologia, Roberto Amaral.

Por Redação

Juristas brasileiros como Celso Antônio Bandeira de Mello, o ex-ministro Roberto Amaral e Fábio Konder Comparato vão protocolar na próxima terça-feira (13) um pedido de impeachment contra Gilmar Mendes, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), por “conduta partidária no exercício do cargo”.

Além dos juristas citados acima, assinam a peça também Sérgio Sérvulo da Cunha, Eny Raymundo Moreira e Álvaro Augusto Ribeiro. O advogado que acompanhará o processo será o ex-presidente do Conselho Federal da OAB, Marcelo Lavenere.

Para o ex-ministro da Ciência e Tecnologia, Roberto Amaral,  Mendes “atua como líder de uma facção partidária”.

“Um dos exemplos dessa contaminação é a conduta irregular do ministro Gilmar Mendes, o qual, sem disfarces, ali atua como líder de uma facção partidária, agredindo os princípios constitucionais da impessoalidade e da imparcialidade, além de desafiar permanente e deliberadamente os limites comportamentais estabelecidos pela Lei Orgânica da Magistratura Nacional”, declarou Amaral para a Agência PT.

A entrega do pedido será transmitida ao vivo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum