Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de novembro de 2017, 09h26

Katia Abreu dispara sobre Temer: efeito Teflon ao contrário, nada de bom cola nele

Senadora usou o twitter para analisar uma matéria que conta possíveis planos do atual presidente para 2018.

Da Redação

Ao se deparar uma matéria do UOL contando possíveis planos de Michel Temer para 2018, a senadora Katia Abreu, que recentemente foi expulsa do PMDB pelo conselho de ética do partido, não poupou críticas. Temer estaria tentando construir uma frente ampla com PMDB, PSDB, DEM, PR, PRB, PP e PSD para tentar fazer frente a Lula, que é líder isolado de todas as pesquisas e venceria qualquer candidato.

“O conteúdo desta matéria fede a Moreira Franco. Beira o ridículo. Qual candidato vai querer beirar alguém na margem de erro?”, ironizou a senadora de Tocantins. Com 3% de aprovação, Temer aparece como o presidente mais impopular do mundo em recente levantamento de uma consultoria europeia de risco político, Eurasia Group.

“Nem os pífios reflexos positivos da economia o Temer consegue colar nele. É o efeito teflon ao contrário. Só rindo”, seguiu disparando Katia Abreu. No final de outubro, a rede britânica BBC batizou Temer de “presidente Teflon”. Para eles, as acusações não colaram em Temer, apesar de o excesso de provas. A rede ainda diz que parte dos deputados, que livram o presidente de ser investigado, enfrenta acusações, o que, sem dúvida, tira a credibilidade do processo.

Leia também: É campeão e é do Brasil: Pesquisa aponta Temer como o presidente mais impopular do mundo

“A matéria denúncia o próprio isolamento do Governo. Quem sabe Jucá leva Temer no seu palanque em Roraima pra dar exemplo?”, finalizou a senadora. Romero Jucá, o homem do “com o Supremo com tudo”, é o atual presidente do PMDB, que “estancou a sangria” e expulsou Katia Abreu por meio de seu conselho de ética, numa representação feita por Geddel Vieira Lima, o homem dos R$ 51 milhões em dinheiro vivo.

Todos os homens do presidente

Ainda segundo a matéria que a senadora se referiu em seus tweets, os preferidos de Temer para ser o possível candidato desta frente ampla são o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB). O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), corre por fora, mas precisaria se reaproximar do PMDB.

Acompanhe nas redes:

Foto: Antônio Cruz/ Agência Brasil e Murilo Constantino


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum