“Levante Feminista contra Feminicídios” é lançado no Rio de Janeiro

Objetivando denunciar a omissão do Estado e exigir a proteção da vida das mulheres brasileiras, nasce o “Levante Feminista contra Feminicídios”, uma frente nacional suprapartidária, com mais de 500 movimentos feministas

Está sendo lançado hoje (29), no Rio de Janeiro, o Levante Feminista contra Feminicídios. A violência é uma constante no cotidiano das mulheres brasileiras. O assédio moral e sexual, o feminicídio, são dimensões de violência que marcam a experiência da vida de mulheres de todas as idades no Brasil. A conquista da Lei do Feminicídio, em 2015, reconhece a especificidade desta violência.

A produção de informações, pesquisas e análises que mensurem as características da violência de gênero devem ser iniciativas prioritárias para a redução desses índices. O acolhimento da vítima, o acesso à Justiça, a punição do agressor, estratégias de prevenção que trabalhem a origem de todas essas diferentes manifestações de violência são alguns dos aspectos que merecem destaque no Movimento Feminista contra o feminicídio brasileiro. Com a Campanha “Nem pense em me matar”, as mulheres brasileiras vêm colocar em pauta, neste ano de 2021, em todo Brasil: chega de feminicídios!

É alarmante o índice de ataques que as mulheres vêm sofrendo por parte dos homens, que reproduzem esse sistema patriarcal e racista, aniquilando a vida de uma mulher por se considerar superior a ela. Milhares de nós morremos simplesmente por ser mulher!

No ano de 2020, por conta da pandemia de Covid-19, foi imposto ao Brasil e ao mundo a necessidade de isolamento social, fato que gerou significativo aumento desse crime de ódio, conforme informa o anuário Brasileiro de Segurança Pública, e as vítimas são, em sua maioria, mulheres negras que vivem em desigualdade social e mulheres trans. Chegam todos os dias na mídia, notícias de feminicídio em todo o Estado do Rio de Janeiro e cidades como Maricá, Cabo Frio, São Gonçalo são destaque nesta modalidade cruel de expressão do patriarcado. Dados como esses e a falta de políticas públicas se agravam em um país que já ocupava o 5º lugar entre as nações que mais matam mulheres, segundo a lista da Organização Mundial da Saúde (OMS) de países com maior número de feminicídio, atrás apenas de El Salvador, Colômbia, Guatemala e Rússia.

Objetivando denunciar a omissão do Estado e exigir a proteção da vida das mulheres brasileiras, nasce o “Levante Feminista contra Feminicídios”, uma frente nacional suprapartidária, com mais de 500 movimentos feministas envolvidos, que em março deste ano lançou a campanha #NemPenseEmMeMatar apoiada na ideia de “Quem mata uma mulher, mata a humanidade!” e tendo como símbolos a cor amarela e o girassol. Foi gravada uma canção-lema para a campanha, composta por Cris Pereira, com arranjo de Fi Maróstica e cantada por Fabiana Cozza.

A articulação desse Levante foi iniciada por Vilma Reis, socióloga, referência dos movimentos negros no país, integrante da Coalizão Negra Por Direitos; Márcia Tiburi, filósofa, escritora e artista; e Tania Palma, pesquisadora e assistente social.

A campanha agora pretende chegar a 100 mil assinaturas no Manifesto do Levante Feminista contra o Feminicídio no Brasil, documento que sintetiza a importância da nossa luta.

PROGRAMAÇÃO do Lançamento: 29/04/2021

6h às 9h: Amanhecer Amarelo contra Feminicídios – manifestações descentralizadas e sem aglomeração em bairros e distritos dos Municípios do Estado do RJ (faixas, distribuição de panfletos informativos/violentômetro, atos simbólicos)

10h às 17h: Com a boca no trombone – Visibilização nas redes sociais, entrevistas, reportagens e notícias nos veículos de comunicação de massa e falas de Parlamentares (Deputadas e Vereadoras) nas tribunas das Casas Legislativas.

18h às 19h: Anoitecer Amarelo – Iluminação com lâmpadas amarelas de prédios públicos de visibilidade nos Municípios.

19h30 às 21h30: Live Protesto Cultural contra Feminicídios no RJ com participação de representantes de diversos movimentos sociais, parlamentares, artistas e grupos culturais que colocam em pauta a luta pelos direitos das mulheres.

Canção-lema: Corpo meu

E-mail: levantefeministarj@gmail.com

Redes sociais:

https://www.facebook.com/Levante-Feminista-RJ-106423808224519

https://www.instagram.com/levantefeministarj/

Acesse o Manifesto do Levante, assine e espalhe pelo país:

http://chng.it/FhdzggBmQY

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.