“É lamentável que o STF tenha sido infltrado”, diz Lewandowski

Bolsonarista, Tatiana Garcia Bressan teria vazado informações de dentro do Supremo Tribunal Federal para o blogueiro Allan dos Santos, acusado de ser um dos comandantes da milícia virtual que propaga fake news e discurso de ódio

O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski lamentou o fato de que a Corte tenha sido infiltrada por uma “pessoa sem ética”.

“É lamentável que a Suprema Corte tenha sido infiltrada por uma pessoa sem compromisso com ética pública e a democracia”, declarou o ministro à jornalista Monica Bergamo.

Allan dos Santos usou estagiária de Lewandowski como informante

O blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, investigado por disseminação de fake news e por participação em atos antidemocráticos pelo Supremo Tribunal Federal (STF), tratou uma funcionária do gabinete do ministro Ricardo Lewandowski como informante, mostram mensagens coletadas pela Polícia Federal.

A Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal (PF) obteve as informações por meio de quebra de sigilo telefônico.

As gravações trazem conversas entre o blogueiro e Tatiana Garcia Bressan, 45, que estagiou no gabinete de Lewandowski de 19 de julho de 2017 a 20 de janeiro de 2019, antes da abertura dos inquéritos contra Allan, em março daquele ano.

As conversas começaram em 23 de outubro de 2018 e vão até 31 de março de 2020.

A estagiária relata ter dificuldade em trabalhar com o ministro, mas diz que está “lá para aprender”. De acordo com o relatório da PF, a informação “naturalmente desperta o interesse de Allan”, que pede a colaboração de Tatiana.

“Fique como nossa informante lá”, diz o blogueiro, cerca de duas horas depois do início da conversa. A estagiária responde prontamente: “Será uma honra. Estou lá kkk”.

Publicidade

Allan pergunta também o que de mais espantoso Tatiana vê no gabinete e ela responde: “O que vi de mais espantoso é que realmente eles decidem o que querem e como querem. Algumas decisões são modificadas porque alguém importante liga pro ministro”.

Em um dos diálogos ela cita como exemplo a decisão do ministro Luiz Fux que proibiu a Folha de realizar uma entrevista com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que se encontrava preso, às vésperas da eleição de 2018. Ela diz que foi um “corre-corre danado”.

Publicidade

Moraes manda PF ouvir ex-estagiária de Lewandowski

Relator do inquérito do financiamento e propagação de atos golpistas, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou à Polícia Federal que colha o depoimento de Tatiana Garcia Bressan, ex-estagiária de Ricardo Lewandowski que seria informante de Allan dos Santos.

A ordem de Moraes acontece na manhã desta quarta-feira (6) após divulgação de conversas entre Tatiana e o blogueiro bolsonarista, acusado de ser um dos comandantes da milícia virtual que propaga fake news nas redes sociais.

Notícias relacionadas

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR