O que o brasileiro pensa?
21 de dezembro de 2019, 15h05

Liverpool rejeita hospedagem em hotel acusado de violar leis trabalhistas

Em outubro, um diretor do Liverpool afirmou que o clube tem valores socialistas

Reprodução

O hotel oferecido pela Fifa para o Liverpool, Marsa Malaz Kempinski, foi rejeitado pelo clube inglês por denúncias de violação de leis trabalhistas. Em outubro, um diretor do clube afirmou que o sucesso do time “se baseia em socialismo”. A equipe enfrenta o Flamengo na final do Mundial de Clubes da Fifa neste sábado (21).

A decisão do Liverpool, que chegou no Qatar por volta do dia 18 de dezembro, foi revelada ainda em novembro pelo The Atlantic. Segundo o portal, o clube se baseou em reportagem publicada pelo The Guardian em 2018 para recusar a oferta.

O jornal britânico revelou que os migrantes que trabalhavam no Marsa ganhavam menos que o salário mínimo local e que leis trabalhistas eram violadas. A situação mais crítica era a de segurança, que trabalhariam em turnos de 12 horas em temperaturas de 45 ° C recebendo menos de 8 libras por dia.

A direção do hotel negou as acusações, mas a Fifa atendeu ao pedido do clube e providenciou outra hospedagem para os Reds.

Sucesso socialista

Em entrevista a Diego Torres, do El País, em outubro, o diretor executivo do Liverpool, Peter Moore, fez uma análise sobre o histórico da equipe e disse que o sucesso do time tem a ver com valores socialistas que se relacionam com a base operária da cidade que dá nome ao clube e com o histórico técnico Bill Shankly, que era socialista.

“Liverpool é uma cidade socialista, de tradição operária, muito unida ao porto. Já foi o porto mais movimentado do planeta. Isso mudou, mas permanece, até certo ponto, o sentido da unidade e da insularidade”, disse Moore.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags