Luiz Felipe Pondé prega voto em Lula contra Bolsonaro: “Tem tendência apaziguadora e é muito mais inteligente”

Filósofo neoconservador, que serviu de linha auxiliar para a eleição de Bolsonaro, Pondé diz que Lula será o "candidato conservador" em 2022: "Só ignorantes pensam que Bolsonaro é um conservador"

Linha auxiliar do neoconservadorismo brasileiro, que ajudou a eleger Jair Bolsonaro, o filósofo Luiz Felipe Pondé pregou voto em Lula em um possível segundo turno contra Jair Bolsonaro nas eleições de 2022 em artigo na Folha de S.Paulo neste domingo (4).

“Lula faz acordos melhor do que Bolsonaro. Tem uma tendência apaziguadora e é muito mais inteligente. Provavelmente aprendeu um tanto nesses anos e pode querer imitar Mandela: nada de vinganças. Bolsonaro é um zumbi”, escreve Pondé, resistindo ainda um tanto a dar o braço a torcer, dizendo, a exemplo de FHC, que Lula é o “menos ruim”.

Em entrevista à Jovem Pan – uma das mídias liberais que ecoa seu discurso – em junho de 2020, Pondé disse não se sentir culpa em ajudar a eleger Bolsonaro com sua defesa do “politicamente correto”.

Menos de um ano depois, no entanto, parece que o arrependimento bateu à porta do filósofo direitista, junto com as mais de 330 mil mortes pela inação de Bolsonaro diante da pandemia.

“Por que Lula? Os governos Lula foram melhores até agora do que o de Bolsonaro está sendo. Provavelmente, ele teria gerido melhor a peste”, diz Pondé.

Segundo o filósofo, Lula representará o “conservadorismo” no embate contra Bolsonaro em 2022.

“Lula é de esquerda, mas Bolsonaro é que está tentando transformar o Exército em sua milícia, corrompendo a moral da tropa, dividindo as Forças Armadas, como Hugo Chávez fez na Venezuela. O que busca essa atitude conservadora? Busca competência, menos violência, liberdade dentro da lei e consenso no dia a dia. Defesa das instituições e não de pessoas. Só ignorantes pensam que Bolsonaro é um conservador, como Trump tampouco é. A nossa história recente aponta para Lula como o candidato conservador em 2022. O STF já sabe disso. As Forças Armadas também”, conclui.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.