Lula dá entrevista a Reinaldo Azevedo nesta quinta-feira

"Pois é. Uma entrevista de verdade do tal Dia da Mentira", disse o jornalista; petista confirmou em suas redes sociais

O ex-presidente Lula será entrevistado pelo jornalista Reinaldo Azevedo nesta quinta-feira (1). O anúncio da entrevista foi feito pelo próprio Azevedo nesta terça-feira (30).

‘”Em 1° de abril, tio?’ Pois é. Uma entrevista de verdade do tal Dia da Mentira”, brincou o jornalista.

Pelas redes sociais, Lula confirmou a entrevista. “Quinta-feira, às 18h. Não perca!”, escreveu.

Crítico contumaz de Lula e Dilma Rousseff durante os governos dos petistas, Reinaldo Azevedo foi um dos cunhadores do termo “petralha” e uma das principais vozes do antipetismo na mídia. Nos últimos anos, entretanto, o jornalista vem revendo suas posições e se tornou um ferrenho crítico da Lava Jato, operação que levou Lula à prisão.

Em fevereiro deste ano, Azevedo chegou a admitir que foi um erro ter apoiado o impeachment de Dilma. “Com dados da época, não consegui ser contra, mas se hoje você me pergunta se foi um erro, digo que foi. A posterior é fácil ver o ovo da serpente. Naquela época a gente tinha como referência o impeachment do Collor, que foi bom pro país”, disse durante entrevista ao jornalista Breno Altman, do Opera Mundi.

“O PT foi perseguido porque era o eixo que estava no poder, mas a Lava Jato na verdade é uma ação muito mais nefasta, é uma ação contra a política. É o partido da polícia, que não foi votado por ninguém e segue sua agenda. Isso nos levou a Bolsonaro, porque levou à destruição do ambiente político. Acho que todos nós, independentemente de vieses ideológicos, tínhamos que ter repudiado isso como princípio”, completou.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR