Lula na Fórum: “Tenho pela filha do Dallagnol o respeito que ele não teve pelo meu neto”

Procurador deixou Lava Jato alegando problemas de saúde da filha em meio a denúncias no Conselho do Ministério Público. Ex-presidente diz que está provado que ele e Moro mentiram: ‘Não tem dignidade, fujão’

Em entrevista ao Fórum Onze e Meia desta sexta-feira (4), em edição especial do aniversário de 19 anos da Fórum, o ex-presidente Lula comentou a saída do procurador Deltan Dallagnol do cargo de coordenador da força-tarefa da Lava Jato, em meio a denuncias de irregularidades que ele teria cometido durante a operação em tramitação no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

“Me perdoe, mas eu acho que o Dallagnol, se esconder atrás de uma doença, da filha dele, para poder justificar a saída”, criticou Lula. “Se ela estiver doente, que deus ajude porque eu tenho pela filha dele o respeito que ele não teve pelo meu neto, quando morreu com seis anos de idade, quero que ele saiba disso. Mas ele não merece respeito da minha parte. Não tem dignidade, não tem caráter. É fujão”, completou o ex-presidente.

Dallagnol anunciou sua saída do cargo na última terça-feira, pouco depois de ter o julgamento das ações contra ele no CNMP suspensas por liminar. Em vídeo nas redes sociais, o procurador alegou que precisava de mais tempo com a família devido a uma doença da filha.

“Tem político nesse país que não submerge quando tem crítica. Eu gosto de aparecer para mostrar quem está mentindo. Hoje está provado que o [ex-juiz Sergio] Moro foi mentiroso, hoje está provado que o Dallagnol foi mentiroso”, disse Lula, ao condenar a cobertura da TV Globo e a operação Lava Jato, que, segundo ele, buscaram destruir a sua imagem e o Partido dos Trabalhadores.

Assista a entrevista completa:

Avatar de Ricardo Ribeiro

Ricardo Ribeiro

Correspondente da Fórum na Europa. Jornalista e pesquisador, é mestre em Jornalismo e Comunicação pela Universidade de Coimbra e doutorando em Política na Universidade de Edinburgh. Trabalhou na Folha de S.Paulo, Agora e UOL, entre 2008 e 2017, como repórter e editor.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR