Lula parabeniza Pedro Castillo por vitória no Peru: “Avanço na luta popular na América Latina”

O candidato da esquerda peruana venceu a extrema direita representada por Keiko Fujimori, que deve ir à Justiça questionar resultado das urnas

O ex-presidente Lula foi às redes parabenizar a vitória de Pedro Castillo à presidência da República do Peru. Para ele, a vitória do candidato da esquerda peruana “representa mais um avanço na luta popular” na América Latina.

“Quero parabenizar Pedro Castillo pela importante vitória no Peru e saudar o povo peruano pelas eleições livres e democráticas. O resultado das urnas peruanas é simbólico e representa mais um avanço na luta popular em nossa querida América Latina”, declarou Lula.

A presidenta do PT e deputada federal Gleisi Hoffmann também comemorou a vitória de Castillo. ““O povo peruano merece um governo democrático e popular”, disse.

Castillo vence as eleições no Peru

O professor e sindicalista de 51 anos Pedro Castillo, do Partido Nacional Peru Livre, venceu as eleições e se tornou o novo presidente do país. Em uma contagem eletrizante, com uma diferença de quase 72.000 votos de vantagem sobre Keiko Fujimori, Castillo se declarou o vencedor ainda na noite desta terça-feira (8), com base na apuração paralela de seus fiscais.

De acordo com a contagem oficial, às 12h desta quarta-feira, horário de Brasília, com 99.8% dos votos apurados, Castillo tem 50,2%, enquanto Fujimori ficou com 49.79%.

Bolsonaro lamenta vitória da esquerda no Peru

Por sua vez, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lamentou a vitória de Pedro Castillo. “Perdemos agora o Peru. Voltou, ao que tudo indica, falta 1% de apuração lá, só um milagre para reverter, vai reassumir um cara do Foro de São Paulo. Olha a nova Constituinte do Chile”, disse o presidente, consternado.

Publicidade
Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR