quinta-feira, 1 out 2020
Publicidade

Manifestações denunciam ataques com ácido contra mulheres no Irã

Somente nas últimas semanas, quatro mulheres foram atacadas com ácido na cidade de Ispahan; autoridades investigam se crime tem relação com extremistas religiosos

Por Redação

Nesta quarta-feira (22), mais de mil pessoas foram às ruas de Ispahan, no Irã, para exigir medidas de segurança após ataques com ácido realizados contra mulheres. Nas últimas semanas, quatro iranianas foram vítimas desse tipo de crime na cidade, que fica a 450 quilômetros da capital Teerã.

Testemunhas afirmam que a substância é jogada geralmente por pessoas que passam de motocicleta. A motivação seria o fato de que as vítimas não respeitariam o código de vestimenta, que as obriga a cobrir os cabelos com um véu ou um lenço, mas as autoridades ainda não confirmaram essa versão.

Ao comentar os ataques, o presidente iraniano Hassan Rohani pediu calma à população. Em vídeos postados nas redes sociais, é possível ouvir os manifestantes gritarem “abaixo os extremistas religiosos”.

Foto de capa: Emilio Morenatti – Reprodução/YouTube

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.