Máscara é ‘coisa de v*’, dizia Bolsonaro para constranger visitas a não se protegerem

Segundo jornal, pessoas que estiveram com o presidente relatam momentos de tensão com a insistência dele em impedir medidas de prevenção do coronavírus

Pessoas que visitaram o presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia de coronavírus revelaram que ele se recusava a usar máscaras e insistia que os convidados seguissem o seu mau exemplo. A informação foi revelada pela jornalista Mônica Bergamo, no jornal Folha de S.Paulo.

Ainda segundo os relatos, o presidente fazia questão de se aproximar das pessoas e também de cumprimentar com um aperto de mão. As autoridades de saúde de todo o mundo pedem a redução do contato desde o início da pandemia, como forma de evitar a explosão de casos e o colapso do sistema de saúde, fatores que elevam o número de mortes.

A apuração da coluna revela ainda que Bolsonaro chegava a brincar com funcionários, perguntando quem usava máscara e dizendo que aquilo era “coisa de v*”. Quando percebia o visitante tenso, o presidente dizia que ter medo do vírus era besteira.

Nesta terça-feira (7), o Palácio do Planalto confirmou que Jair Bolsonaro testou positivo para coronavírus no segundo e definitivo teste. Mais tarde, o presidente falou sobre o resultado em coletiva com jornalistas, onde voltou a minimizar a pandemia e tirou a máscara diante dos profissionais.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.