O que o brasileiro pensa?
08 de março de 2017, 13h35

Médicos são presos por cobrança ilegal de partos no SUS

Esquema, que durava 13 anos, teria movimentado R$ 1,6 milhão; profissionais se negavam a fazer cesáreas sem pagamento, o que teria provocado sequelas e até uma morte entre os bebês.

Esquema, que durava 13 anos, teria movimentado R$ 1,6 milhão; profissionais se negavam a fazer cesáreas sem pagamento, o que teria provocado sequelas e até uma morte entre os bebês

Por Redação

A Polícia Federal prendeu dois médicos preventivamente na cidade de Itaqui (RS), na manhã de segunda-feira (6), acusados de cobrança indevida de partos que deveriam ser cobertos de forma integral pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O esquema, que durava 13 anos, teria movimentado R$ 1,6 milhão. Durante as investigações, dezenas de mulheres relataram que tiveram de pagar obstetras e um anestesista pela cesárea no Hospital São Patrício.

Uma das pacientes gravou o momento em que um deles cobrava pela cirurgia: “se vai querer fazer cesárea com ligamento, aí eu vou te cobrar R$ 1,8 mil”, afirma na gravação. Quem não conseguia o valor, segundo a PF, aguardava pelo parto natural.

Pacientes contaram que ficaram vários dias em trabalho de parto, enquanto os profissionais se negavam a fazer a cirurgia sem pagamento, o que teria provocado sequelas e até uma morte entre os bebês.

Os dois médicos foram encaminhados à Penitenciária Modulada de Uruguaiana e devem responder pelos crimes de corrupção, estelionato e realização de esterilização cirúrgica ilegal. A funcionária de um dos médicos e um anestesista foram indiciados.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum