O que o brasileiro pensa?
18 de janeiro de 2020, 21h17

Mesmo após admitir falha no Enem, Weintraub mantém calendário do Sisu

A falta de informações mais específicas sobre o tema leva à desconfiança de que o ministro e o MEC não têm a exata dimensão do problema – por exemplo, o número exato de participantes do Enem 2019 com notas alteradas devido ao problema.

Abraham Weintraub - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O MEC (Ministério da Educação) e seu responsável, o ministro Abraham Weintraub, confirmaram a manutenção do calendário do SiSU (Sistema de Seleção Unificada) que seleciona alunos para as universidades públicas.

A decisão é controversa, porque acontece apesar de o próprio ministro ter admitido que as notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) foram divulgadas com erros.

Segundo Weintraub, o governo identificou a falha nas notas a partir de relatos de candidatos nas redes sociais, e espera que o problema possa ser solucionado de forma rápida.

No entanto, a falta de informações mais específicas sobre o tema leva à desconfiança de que o ministro e o MEC não têm a exata dimensão do problema – por exemplo, o número exato de participantes do Enem 2019 com notas alteradas devido ao problema.

“Um grupo muito pequeno de pessoas teve o gabarito trocado quando foi fechado os envelopes (sic). Uma inconsistência fácil de ser consertada. Estamos falando aí de alguma coisa como 0,1% das pessoas que fizeram – dos milhões, 0,1% -, número baixo. Então, para 99% das pessoas está tudo bem”, tentou justificar Weintraub, embora tenha assumido que está deixando 0,9% dos alunos à deriva.

 

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum