Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
05 de janeiro de 2017, 12h56

Michel Temer chama massacre de Manaus de ‘acidente’

Ele se manifestou pela primeira vez sobre o episódio em uma reunião com ministros da área de segurança nesta quinta-feira (5).

Ele se manifestou pela primeira vez sobre o episódio em uma reunião com ministros da área de segurança nesta quinta-feira (5)

Por Redação

Em reunião com ministros da área de segurança, nesta quinta-feira (5), o presidente Michel Temer afirmou que a chacina no presídio de Manaus foi um “acidente pavoroso”.

Essa foi a primeira vez que ele se manifestou sobre o episódio, ocorrido no domingo (1), quando a rebelião no Complexo Penitenciária Anísio Jobim (Compaj) começou.

Ao total, quase 60 detentos foram mortos no maior massacre do sistema prisional já registrado no estado. No encontro, Temer afirmou que o presídio é privatizado e, por isso, a responsabilidade do governo estadual na tragédia não está muito “clara” e “objetiva”.

No entanto, na quarta-feira o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes,ressaltou que a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) já havia sido informada sobre uma possível fuga em massa nas penitenciárias do Estado entre o Natal e o Ano Novo.

Participaram da reunião José Serra (Relações Exteriores), Alexandre de Moraes (Justiça), Raul Jungmann (Defesa), Sérgio Etchegoyen (Segurança Institucional) e Eliseu Padilha (Casa Civil).

Foto: Lula Marques
Com informações do G1


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum