Fórum Educação
23 de Maio de 2020, 18h35

Militares apoiam nota de Heleno, mas negam golpismo, diz ministro da Defesa

Fernando Azevedo minimiza ameaça do general de Bolsonaro e alega que “consequências imprevisíveis” é uma referência ao aumento da tensão entre os poderes

Foto: Divulgação

As Forças Armadas concordam com a nota emitida na sexta (21) pelo general Augusto Heleno, na qual o chefe do Gabinete de Segurança Institucional do governo Jair Bolsonaro ameaça o Supremo Tribunal Federal, segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo.

Heleno criticou o envio para avaliação da PGR (Procuradoria-Geral da República), pelo ministro do STF Celso de Mello, de um pedido de apreensão dos celulares do Jair Bolsonaro e de seu filho Carlos, no âmbito do inquérito sobre a interferência do presidente na Polícia Federal.

Na nota, o general fala em “consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”, caso a apreensão prossiga. No entanto, o comandante dos militares, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, negou que as “consequências” seriam uma ruptura ou golpe.

Embora a nota tenha sido entendida como uma ameaça à ordem democrática pelas principais lideranças políticas do país, Azevedo alega que o texto da nota se refere ao risco de uma crise institucional se o presidente não entregasse seu celular, como disse que não fará, na última sexta (22).


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum