Fórumcast, o podcast da Fórum
08 de maio de 2015, 16h41

Morgan Freeman, sobre maconha: “Eu como, bebo, fumo e cheiro”

Em entrevista, o ator de 77 anos mais uma vez defende a legalização da erva e afirma que faz uso de todas as maneiras possíveis, diariamente, como forma de amenizar as dores que sente por conta de um acidente de carro que sofreu há sete anos; "É preciso dizer sim à legalização".

Em entrevista, o ator de 77 anos  mais uma vez defende a legalização da erva e afirma que faz uso de todas as maneiras possíveis, diariamente, como forma de amenizar as dores que sente por conta de um acidente de carro que sofreu há sete anos; “É preciso dizer sim à legalização”

Por Redação 

Não é segredo para ninguém que Morgan Freeman é um apreciador da maconha. Em entrevista concedida essa semana ao portal Daily Beast, o ator de Hollywood defendeu, mais uma vez, a legalização da erva e ainda foi além, revelando usar cannabis diariamente e de todas as maneiras possíveis.  “A minha primeira esposa que me introduziu ao uso de maconha há alguns anos. Como eu uso? Uso de qualquer maneira: eu como, eu bebo, eu fumo, eu cheiro”, contou.

Há sete anos, Freeman sofreu um acidente de carro que comprometeu sua mão esquerda, sendo obrigado a usar uma luva de compressão para impedir que o sangue se acumule. As dores no braço são permanentes e a cannabis é sua terapia para aliviar o sofrimento. “A maconha tem muitas finalidades úteis. Eu sofro de dores crônicas no meu braço e a única coisa que pode me dar alívio é somente a cannabis”, revelou.

Veja também:  Globo diz que Moro não vai se demitir e "aguentará calado" a humilhação de Bolsonaro

Na entrevista, contudo, o ator não se limitou à experiência pessoal e saiu em defesa da legalização da maconha, tendo em vista suas propriedades medicinais. “Dizem também que a maconha pode aliviar tanto as dores como convulsões em crianças, permitindo que tenham uma vida normal. Por isso, é preciso dizer sim à legalização”, completou.


Foto: Reprodução

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum