Fórum Educação
12 de março de 2020, 10h14

Moro contradiz governo paraguaio e nega que visitará Ronaldinho na prisão

A assessoria de Moro também negou que o ministro tenha pedido ao governo paraguaio a libertação de Ronaldinho, que é embaixador do Turismo do governo Jair Bolsonaro.

Ronaldinho Gaúcho e Sergio Moro (Montagem)

Em contato com o blog do jornalista Cosme Rímoli, no portal R7, a assessoria do ministro da Justiça, Sergio Moro, contradisse informações do governo paraguaio de que o ex-juiz da Lava Jato teria incluído uma visita ao ex-jogador Ronaldinho Gaúcho na prisão durante sua visita ao país, programada para os dias 26 e 27 deste mês.

O jornalista da Record chegou a publicar que o governo paraguaio previa que Moro visitaria Ronaldinho e o irmão, Assis, na cadeia, mas foi rapidamente procurada pela assessoria do ministro, que negou a informação.

“O roteiro da viagem está fechado. Em nenhum momento houve a previsão da visita”, garante Christianne Salles, assessora de Moro, ao blog.

No roteiro, estão previstas um encontro com a Ministra da Justiça do Paraguai, Cecilia Pérez, e uma palestra sobre segurança e cooperação penitenciária.

A assessoria de Moro também negou que o ministro tenha pedido ao governo paraguaio a libertação de Ronaldinho, que é embaixador do Turismo do governo Jair Bolsonaro.

“Em nenhum momento, houve interferência na apuração promovida pelo Estado paraguaio. O Ministério da Justiça e da Segurança Pública preza pela soberania dos Estados e pela independência dos órgãos judiciários”, diz nota emitida pelo Ministério.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum