Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de setembro de 2019, 14h52

Moro volta a atacar imprensa para defender família Bolsonaro

Ministro, que quando juiz liberou grampo ilegal de uma presidenta e um ex-presidente para Globo, agora crítica reportagem sobre curso de coach

O ex-juiz e atual Ministro da Justiça, Sérgio Moro, usou seu perfil no Twitter para criticar a imprensa e defender a família Bolsonaro neste sábado (14). A postagem foi feita para comentar a matéria da revista Época sobre o curso de coach oferecido por Heloísa Bolsonaro, esposa de Eduardo Bolsonaro, filho mais novo do presidente.

A reportagem, feita pelo jornalista João Paulo Saconi, dá detalhes sobre um mês de sessões de coaching online sobre autoconhecimento feitos com Heloísa. Citando Olavo de Carvalho e outros nomes amados pela direita, Heloísa apresenta Eduardo como um de seus “cases de sucesso”.

Moro se denominou como um “grande defensor da liberdade de expressão e da imprensa” antes de criticar a reportagem. Em seu Twitter, ele disse que a matéria “ultrapassou certos limites éticos” e prestou “solidariedade” para Eduardo e Heloísa Bolsonaro.

A postagem foi em resposta a um tweet de General Heleno, o qual dizia: “Matéria da Época com esposa do Dep Eduardo Bolsonaro é exemplo vivo da desonestidade intelectual de parte da mídia. Meu apoio ao casal. Esse repórter e seus chefes coniventes deveriam rever os conceitos de ética e dignidade profissional.”

Confira a postagem de Moro:

Quando ainda atuava como juiz, Moro divulgou áudios da então presidenta Dilma e do ex-presidente Lula obtidos com grampo ilegal. O vazamento foi realizado para a TV Globo em 2016.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum