Motociata “Acelera para Cristo com Bolsonaro” recebeu RS 75 mil da prefeitura de SP

Os gastos estão no Diário Oficial do município, publicado neste sábado horas antes do evento

A prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, empenhou mais de R$ 75 mil, sem licitação, para a organização do ato com tom eleitoral do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O despacho liberando o dinheiro para a “motociata” de Bolsonaro está no Diário Oficial do município que foi publicado neste sábado (12) horas antes do início do ato político.

Há dois fatores aqui devem ser destacados: a “motociata” tem o nome oficial de “Carreata – Acelera para Cristo com Bolsonaro”, o secretário de Esportes da prefeitura de SP é Thiago Milhim, evangélico e que foi indicado pelo Podemos para compor o governo do então prefeito Bruno Covas.

O agora prefeito da capital paulista Ricardo Nunes (MDB) também é um militante religioso, mas da igreja Católica. E o evento de Bolsonaro é composto, em sua maioria, de motoqueiros cristãos que apoiam o presidente.

O dinheiro foi liberado sem licitação, está no Diário Oficial: “Autorizo a contratação direta por dispensa de licitação da empresa São Paulo Turismo S/A, CNPJ nº 62.002.886/0001-60, para a prestação de serviços, inclusive com a colocação de gradis, objetivando-se a realização do evento denominado “Carreata – Acelera para Cristo com Bolsonaro”, no dia 12 de unho de 2021, no valor total de R$ 75.243,17″.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR