Mulheres vão para frente do hospital defender direito ao aborto de menina de 10 anos

Integrantes do Fórum de Mulheres de Pernambuco também se reuniram em frente ao hospital de Recife e conseguiram fazer com que grupos de fanáticos religiosos deixassem o local

A tentativa de invasão de um hospital de Recife por parte de grupos de religiosos fanáticos, que queriam impedir o aborto de uma menina de 10 anos inspirou um grupo de mulheres que também se mobilizou na frente do mesmo hospital para defender o direito da menor e permitir que ela pudesse realizar o aborto – como, aliás, foi autorizado pela Justiça na sexta-feira (14).

A reação partiu das integrantes do Fórum de Mulheres de Pernambuco, que conseguiram fazer com que grupos de fanáticos religiosos deixasse o local.

“Essas são as pessoas que defendem a vida! Mulheres do Fórum De Mulheres de Pernambuco foram até o hospital defender a vida da menina de 10 anos que engravidou por ter sido estuprada pelo tio”, escreveu o Instituto Marielle Franco, parabenizando o grupo de mulheres pernambucanas por sua ação.

No final da tarde deste domingo (16), o aborto terminou sendo realizado. Segundo boletim médico, a menina passa bem e já está em recuperação.

Avatar de Victor Farinelli

Victor Farinelli

Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).