Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de fevereiro de 2012, 19h14

Mulheres violadas na ditadura peruana são destaque em festival de cinema latinoamericano

"Isto é para o Peru. Isto é para o nosso país", afirmou Claudia Llosa, diretora do filme “La Teta Asustada”, que escandalizou o público internacional e recebeu o Urso de Ouro no início do ano no Festival de Berlim. Em cena, a mãe da protagonista, violentada pela polícia política da ditadura militar peruana, transmite à filha o medo pelo leite, enquanto uma batata colocada em sua vagina para evitar estupros cresce dentro de seu corpo. Essa e outras imagens que aproximam o filme do realismo fantástico abrirão o Festival de Cinema Latino-americano de São Paulo, que chega a sua 4ª edição neste ano.
De terça a domingo, sete salas de cinema de São Paulo apresentarão durante quase o dia inteiro filmes latino americanos, além de abrirem espaço para debates entre cineastas. Um dos destaques da programação é a apresentação de “Rude e brega”, novo longa-metragem do mexicano Carlos Cuarón (de “E Sua Mãe Também”).

Dois irmãos começam no futebol de várzea e, com a profissionalização, percebem como suas vidas se alteram com a escolha pelo futebol e se aproximam da vida dos grandes jogadores-astros. Apesar de mexicano, a história é bem conhecida do torcedor brasileiro, que vê a rápida ascensão e queda de seus jogadores nos times internacionais.

O festival também traz filmes brasileiros, como a pré-estréia de “Quanto Dura o Amor?”, de Roberto Moreira (de “Contra Todos”), “No Meu Lugar”, de Eduardo Valente, “Amizade”, de Sérgio Muniz e “Meu Mundo em Perigo”, de José Eduardo Belmonte . De brasileiro ainda teremos a homenagem a Nelson Pereira dos Santos, que já dirigiu 37 filmes, inclusive “Vidas Secas”.

Os filmes serão passados nas salas do Memorial da América Latina, no Cinesesc, no MIS – Museu da Imagem e do Som, na Cinemateca Brasileira, no CinUSP “Paulo Emílio” e no Tetatro Cacilda Becker. Confira a programação completa aqui.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags