Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
12 de janeiro de 2017, 11h12

“Não sei se já vi alguém tão pouco popular na vida, em qualquer país”, diz comentarista norte-americano sobre Temer

Em vídeo, apresentador Cenk Uygur expõe de forma irônica o golpe que derrubou a ex-presidenta Dilma Rousseff; assista.

Em vídeo, apresentador Cenk Uygur expõe de forma irônica o golpe que derrubou a ex-presidenta Dilma Rousseff; assista

Por Redação

Na quarta-feira (11), o jornalista Paulo Henrique Amorim publicou no site Conversa Afiada um vídeo de 2016 em que o apresentador norte-americano Cenk Uygur expõe de forma irônica o golpe que derrubou a ex-presidenta Dilma Rousseff.

Uygur trabalha no “The Young Turks”, um canal de comentários políticos na internet muito popular nos Estados Unidos. Ele chama a atenção para a campanha midiática feita contra a petista, lembrando que a imprensa brasileira pertence a grupos particulares “extremamente ricos”.

O apresentador também se diz surpreso com o argumento usado pela oposição para justificar o impeachment. “Teríamos que prender todo republicano dos EUA, se fosse assim. Aliás, quase todo democrata dos EUA também. Violação orçamentária? Você pode ser julgado por isso?”, questionou ao enfatizar que Dilma não tinha qualquer envolvimento com corrupção.

Quer viajar em 2017? Fique sócio e concorra ao sorteio da Fórum! Você pode ir pra Cuba por nossa conta!

Uygur destacou ainda que Michel Temer, antigo vice-presidente e sucessor de Dilma, atende aos interesses da iniciativa privada e de investidores estrangeiros, mas não é reconhecido como uma figura popular, já que teria apenas 1% de intenções de voto, segundo as pesquisas.

Assista a seguir.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum