Nego Di é acusado de homofobia por empresário

Humorista, que deixou BBB21 com rejeição histórica, mandou mensagens como resposta a comentário que o homem fez dizendo que a jornalista Maju Coutinho tinha sido promovida por ser negra

O humorista Nego Di, que deixou o BBB21 com rejeição histórica na última terça-feira (16), está sendo acusado de homofobia por um empresário que mora em Miami.

Rodrigo Branco – que não é gay – publicou em seu Instagram uma troca de mensagens privadas entre ele e o humorista no ano passado.

Na ocasião, Branco havia dito que a jornalista Maju Coutinho, da Rede Globo, só tinha sido promovida por ser negra. Ele foi bastante criticado nas redes sociais e pediu desculpas pela declaração, depois da repercussão.

Um dos que criticaram Branco foi Nego Di, na época menos conhecido do que agora. Ele escreveu: “Preto rico, tu gosta? Te prepara! Os guri vão te avacalhar! Não pisa aqui no Brasil”.

Branco é um defensor da luta contra a homofobia em suas redes. Nego Di notou, e fez um comentário a respeito: “Depois quer lutar contra a homofobia!”.

E então vieram os ataques, segundo o empresário colocou em seu Instagram:  “Algum negrão deve ter machucado seu c*! Put*o safado!”

Na publicação em que expôs as conversas, Branco escreveu: “Há um ano recebi essa mensagem desse rapaz, não conhecia e não conheço – quando começou BBB descobri isso. Acho que a reflexão é: independente do erro, não somos nós quem devemos julgar, expor, “cancelar” ou tirar proveito e notoriedade tentando lacrar! Que bom que vejo pessoas que no passado “lacraram” hoje mudaram o discurso. Pena que alguns “amigos” demoraram um ano para perceber – mas no fundo a lacração as vezes vale mais que a amizade para alguns! Ir para um BBB é buscar exposição, se dispor a ser julgado, votado e eliminado – literalmente – algumas vezes. O problema é quem não optou e passa por isso. Seguimos evoluindo e com mais amor! Bom dia!”.

Veja a publicação.

Avatar de Fabíola Salani

Fabíola Salani

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR