Nevada se torna o primeiro estado dos EUA a reconhecer o casamento gay em sua constituição

Emenda aprovada por meio de uma consulta popular revoga dispositivo que só permitia o casamento entre “um homem e uma mulher"

Nevada se tornou o primeiro estado dos EUA a colocar em sua constituição o direito de casais homossexuais a se casarem. A medida foi votada e aprovada pelos eleitores durante a eleição presidencial e revogou um dispositivo, aprovado em 2002, que só permitia o casamento entre “um homem e uma mulher”.

A consulta perguntava ao eleitor se ele aprovava o casamento independente do gênero: 62% votaram a favor e 38% contra, revelou à NBC o gabinete do secretário de estado de Nevada. O resultado foi tornado público ontem (17).
“É bom deixarmos os eleitores decidirem. Isso é democracia direta, é como tudo deveria ser”, declarou à NBC Chris Davin, presidente do grupo de defesa Equality Nevada.

Davin também explicou que a proposta da consulta popular surgiu por conta de um temor da comunidade LGBT com a nova composição da Suprema Corte que, atualmente possui uma maioria conservadora. O movimento teme que a Corte possa votar por revogar o direito ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, que hoje é um direito nacional.

A medida aprovada em Nevada, no entanto, garanto o direito de organizações religiosas e membros do clero que se recusem a realizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).