Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de março de 2017, 19h46

No Mês da Mulher, bancada do PSOL na Câmara de São Paulo será 100% feminina e feminista

Com a proposta de execução de um “mandato popular”, o vereador Toninho Vespoli sairá de licença por 30 dias a partir de 8 de março para exercer trabalho nas ruas e, em seu lugar, assume a primeira suplente do partido, Isa Penna. Com Sâmia Bomfim eleita e Isa assumindo o mandato, a bancada da legenda será composta de duas mulheres com histórico na militância feminista

Por Redação

A partir do dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, até o final do mês, a bancada do PSOL na Câmara Municipal de São Paulo será 100% feminina e feminista. O vereador Toninho Vespoli (PSOL) anunciou, recentemente, que sairá de licença por 30 dias. A primeira suplente de seu partido é Isa Penna e, assim, a jovem feminista assume o mandato em seu lugar.

De acordo com Toninho, sua licença não será para descansar, mas sim para exercer “um momento de militância pelas ruas e bairros da cidade”, dentro de sua proposta de “mandato popular”.

“Isa assumirá o mandato no mês de março, carregado de simbologia por conta do Dia Internacional da Mulher. A pauta de gênero e da emancipação da mulher na política foi ponto central das pautas defendidas pela vereadora em sua campanha, que construiu coletivamente a plataforma SPprasMinas que aposta na Cidade em movimento para combater as opressões”, escreveu o vereador na postagem, em sua página do Facebook, em que anuncia sua licença e a entrada de Isa Penna.

Com Isa assumindo o mandato, a bancada do PSOL ao longo do Mês da Mulher passa a ser inteiramente feminina e feminista, já que a outra vereadora da legenda é Sâmia Bomfim, também com histórico na militância feminista.

Na tarde desta quinta-feira (2), Isa Penna realizou uma atividade aberta no “Ocupa Paulista” – acampamento encabeçado pelo MTST na avenida Paulista – para colher sugestões e ideias para seu mandato.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum