Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de janeiro de 2020, 08h06

No novo ano, Merval Pereira, da Globo, repete o velho mantra: “Lula preso valia mais que Lula livre”

Em artigo, porta-voz da família Marinho defende política econômica neoliberal de Paulo Guedes e o velho aliado Sergio Moro, ao dizer que Lula erra ao escolher os dois ministros como "alvos principais": "Justamente as áreas mais bem sucedidas do ministério"

Merval Pereira, da Globo (Reprodução)

Sai ano, entra ano e Merval Pereira, um dos principais porta-vozes da família Marinho, repete o velho mantra de atacar o “lulismo” e defender a implantação das políticas neoliberais em sua coluna no jornal O Globo.

Em artigo publicado nesta quinta-feira (2), com o controverso nome de “Chances Renovadas“, Merval sai na defesa da política econômica neoliberal de Paulo Guedes e do velho aliado e fonte da Globo na Lava Jato, o ex-juiz Sergio Moro, ao dizer que Lula escolheu os dois ministros como seus “alvos principais”.

“Justamente as áreas mais bem sucedidas do ministério”, escreve Merval.

Usando a velha tática implantada na Globo de desvincular Guedes e Moro de Jair Bolsonaro, o colunista diz que o capitão “empenha-se em colocar-se mais uma vez como o antiPT, na suposição de que esse é seu principal ativo político”, alimentando, segundo ele, “a chama acessa do lulismo”.

“Bolsonaro pode também estar equivocado, mantendo a chama acessa do lulismo, que até o momento não se mostra capaz de mobilizações populares como antes da prisão do ex-presidente. Lula preso valia mais politicamente que Lula livre”, sentencia.

Parlamentarismo branco
Em seu artigo, Merval mostra-se entusiasmado com o desempenho do Congresso, capitaneado por Rodrigo Maia (DEM-RJ) – homem de confiança da Globo que se mantém na presidência da Câmara desde o golpe parlamentar em 2016.

O colunista do Globo afirma que o “parlamentarismo branco faz com que o Congresso module as reformas propostas pelo Executivo, às vezes avançando, principalmente na economia, em outras as adequa a seu perfil, como no pacote anticorrupção”. “Sempre, porém, tem havido progressos”, crava.

Para Merval, 2020 começa traz perspectivas melhores que nos últimos anos sobre a recorrente esperança da “recuperação econômica”. “As perspectivas desta vez são melhores do que já foram, especialmente porque o governo, eleito pelo voto popular, mantém seu projeto reformista, avalizado pela aprovação da reforma da Previdência”.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum